O Tenente-General Piloto Aviador, Manuel Fernando Rafael Martins é natural de Alcaravela, Concelho do Sardoal e nasceu a 31 de julho de 1961. Ingressou na Força Aérea, como Oficial Miliciano, em 04 de janeiro de 1979 e na Academia da Força Aérea (AFA) em novembro de 1980, licenciando-se em Ciências Militares Aeronáuticas, na Academia da Força Aérea em 1985, ano em que concluiu o curso de pilotagem aeronáutica nos Estados Unidos, na Base Aérea de Reese, no Texas, em dezembro de 1985.

Em 1986 foi colocado na Base Aérea nº5 (BA5) em Monte Real para operar o A-7P Corsair na Esquadra 302 – Falcões, onde desempenhou várias funções, entre as quais piloto de demonstração de performance do A-7P, piloto instrutor e Comandante de Esquadra em voo, tendo acumulado cerca de 1400 horas de voo em aeronaves de alta performance.

No ano letivo 1992/93 frequentou o Curso Geral de Guerra Aérea, após o que viria a ser colocado na Academia da Força Aérea assumindo funções de docente e Diretor dos Cursos de Pilotagem Aeronáutica. Durante esta colocação frequentou o Mestrado em Estratégia, no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas de Lisboa, tendo alcançado o grau académico de Mestre.

Em 1996 regressou à BA5, como Comandante da Esquadra 304.

Entre 1998 e 2002 foi nomeado para a Comissão de Serviço na Base Aérea NATO em Geilenkirchen – Alemanha, como piloto de AWACS/Boeing 707. Participou em operações reais de apoio à Paz, na Bósnia e Kosovo (Allied Force), e nas operações aéreas pós 11 setembro na operação “Enduring Freedom” como Piloto Comandante da aeronave AWACS. Acumulou cerca de 1500 horas naquele tipo de aeronave.

Em 2002 assumiu as funções de Chefe da Área de Segurança de Voo, Prevenção e Investigação de Acidentes com aeronaves na Inspeção-Geral da Força Aérea, representando Portugal no “Air Forces Flight Safety Committee Europe”, cumulativamente com as funções de docência na AFA.

Em 2003 foi qualificado Instrutor de “Crew Resource Management” no Reino Unido, tendo em novembro de 2005 obteve a qualificação de “Enqueteur Technique D’Accident D’Aviation” pelo “Institut Français de Securité Aerienne - IFSA”.

De 2006 a outubro de 2008 desempenhou as funções de Diretor do Curso de Promoção a Oficial Superior da Força Aérea no Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM).

Entre 2008 e 2009, assumiu o Comando da Base Aérea nº 11 (Beja), e posteriormente foi nomeado Inspetor de Operações na Inspeção Geral da Força Aérea, cargo que ocupou até novembro de 2010.

No ano letivo de 2010/2011 frequentou o Curso de Promoção a Oficial General no IESM, tendo posteriomente assumido a função de Coordenador da Área de Ensino de Operações, neste Instituto, durante no ano letivo 2011/2012.

De setembro de 2012 a dezembro 2013 assumiu as funções de 2º Comandante da Academia da Força Aérea (AFA), altura em que foi nomeado Sub-Chefe do Estado Maior da Força Aérea e Chefe de Gabinete da Autoridade Aeronáutica Nacional. Exerceu este cargo até à sua indigitação para Comandante da AFA, em outubro de 2016.

Em 4 de dezembro de 2017 foi promovido ao posto de Tenente-General, tendo tomado posse como Comandante do Pessoal da Força Aérea.

Em 19 de janeiro de 2018 foi nomeado Secretário do Conselho Superior de Defesa Nacional, em regime de acumulação com as funções de Comandante do Pessoal da Força Aérea.

O Tenente-General Rafael Martins tem averbadas cerca de 3750 horas de voo e do seu currículo constam vários louvores e condecorações das quais se destacam três Medalhas de Prata de Serviços Distintos, Medalha de Mérito Militar de 2.ª Classe, Medalha de Mérito Aeronáutico de 2.ª Classe, Medalha de Ouro de Comportamento Exemplar, Medalha da Defesa Nacional de 1.ª Classe e Medalha da Ordem do Mérito da Aeronáutica Brasileira.

O Tenente-General Rafael Martins é casado e tem um filho e uma filha.