O Brigadeiro-General Piloto-Aviador João Carlos de Bastos Jorge Gonçalves nasceu em Lisboa, no dia 6 de outubro, de 1968 e viveu a infância e juventude em Vila Nova da Telha – Maia.

Ingressou na Força Aérea em agosto de 1987. É licenciado em Ciências Militares e Aeronáuticas, na especialidade de Piloto-Aviador, pela Academia da Força Aérea, tendo sido brevetado, em agosto de 1992, na Base Aérea N.º1, Sintra.
Entre setembro de 1992 e abril de 1993, frequentou na Base Aérea Nº11, em Beja, o curso complementar de pilotagem para aviões de combate em aeronave T-38 Talon, na Esquadra 103.

Em abril desse mesmo ano é colocado na Base Aérea N.º 11, em Beja, na Esquadra 101, onde obtém a qualificação de piloto instrutor em avião TB-30 Epsilon, função que desempenha até setembro de 1997, tendo voado mais de 1000 horas nesta aeronave. Durante este período, frequentou o Curso Básico de Comando, no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea, em Sintra.

Em novembro de 1997, após efetuar mais um curso complementar de pilotagem para aviões de combate, desta feita em avião Alpha-Jet, na Esquadra 103, é transferido para a Base Aérea N.º 5, em Monte Real, sendo colocado na Esquadra 201, onde desempenhou várias funções no solo, entre as quais oficial de segurança de voo da base, chefe do gabinete de prevenção de acidentes da base e comandante da Esquadra 201 – Falcões, tendo voado mais de 1500 horas no F-16. Adquiriu todas as qualificações em F-16A.

Neste período da sua vida operacional frequentou vários cursos enquanto piloto operacional, como o curso NATO “Tactical Leadership Programme”, na Base Aérea de Florennes (Bélgica), os cursos “International Flight Safety Officer” e “Jet Engine Investigation Course”, nos Estados Unidos da América, e o o curso “Aircraft Mishap Investigation – F-16”, na Bélgica.

Participou em diversos exercícios nacionais e internacionais, destacando-se o exercício “Red Flag”, na Base Aérea de Nelis, nos Estados Unidos.

Frequentou, em 2001/2002, o Curso Geral de Guerra Aérea no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea, em Sintra.

Entre 2007 e 2009, foi colocado na divisão de operações do estado-maior da Força Aérea. Desempenhou as funções de adjunto para os sistemas de armas. Fez parte do grupo de trabalho do F-16 MLU, onde participou em vários fóruns internacionais como representante da Força Aérea para o programa de modernização do F-16. Foi também responsável pelos destacamentos de forças aéreas estrangeiras em Portugal.

Em 2009, foi nomeado assessor para a Força Aérea da Casa Militar da Presidência da República.

Entre agosto de 2013 e julho de 2016, foi colocado no Estado-Maior da União Europeia em Bruxelas.

Desde agosto de 2016 até outubro de 2018, exerceu as funções de Chefe do Centro de Operações Aéreas no Comando Aéreo.

Entre outubro de 2018 e outubro de 2020, comandou a Base Aérea N.º 5, Monte Real.

Frequentou o Curso de Promoção a Oficial General, entre outubro de 2020 e julho de 2021, após o que desempenhou as funções de Assessor do Comandante do Pessoal. Em outubro de 2021, foi nomeado Chefe do Estado-Maior do Comando Aéreo, função que desempenhou até janeiro de 2022.

No dia 2 de fevereiro de 2022, tomou posse como Comandante da Zona Aérea dos Açores.

Tomou posse como Diretor das Operações Aéreas, do Comando Aéreo, em acumulação de funções, a 26 de julho de 2022.

Totaliza 3000 horas de voo e da folha de serviços constam várias condecorações e louvores, das quais se destacam o grau de Comendador da Ordem de Avis, Medalha de Serviços Distintos grau Prata, Medalha de Mérito Militar de 2.ª Classe e Medalha de Ouro de Comportamento Exemplar.

Reside em Olho Marinho – Óbidos, é casado com Odete Gonçalves e tem dois filhos, o João Pedro e a Beatriz.