Chefe do Estado-Maior da Força Aérea

Brasão de Armas do Chefe

Escudo - de azul,  águia  estendida  de  ouro,  sancada,  armada, bicada,  e  lampassada de vermelho.
Divisa - num  listel   de  branco,   sotoposto  ao  escudo,  em  letras  de  estilo  elzevir,  maiúsculas,  de  negro: ««EX MERO MOTU»».
Elmo - de prata, com grades e guarnições de ouro, tauxiado e forrado de vermelho, a três quartos para a dextra.
Correias - de vermelho, afiveladas e perfiladas a ouro. Paquife e Virol - de ouro, azul e vermelho.
Timbre - um coto de asa de ouro, carregado de uma cruz de Cristo de vermelho.

 

Simbologia

A Águia - simboliza o voo e o poder e está sancada, armada, bicada e lampassada de vermelho para  caracterizar o espírito bélico e a força. 
A Divisa - ««EX MERO MOTU»»  traduz  o  direito  de  afirmação  própria  da Força Aérea  e  o mérito  que a tem distinguido.
O coto de asa - carregado com a cruz de Cristo simboliza e representa todas as aeronaves da Força Aérea e a aspiração da altitude e de horizontes mais vastos.
O azul - significa a lealdade e o zelo, perseverança e fidelidade.
O ouro - significa a firmeza e a constância.
O vermelho - simboliza a combatividade.