O Major-General Piloto-Aviador Paulo José Reis Mateus nasceu em Coimbra a 01 de março de 1964.

Ingressou na Academia da Força Aérea em 1982, tendo concluído a Licenciatura em Ciências Militares Aeronáuticas em 1987, na especialidade de Piloto-Aviador.

Ainda em 1987, após o brevetamento em Cessna T-37 na Esquadra 102, frequentou o Curso Complementar de Helicópteros em AL-III e obteve a qualificação de Piloto Operacional na Esquadra 552, unidade orgânica onde acabaria por desempenhar várias funções no âmbito operacional e de instrução.

Em 1994 concluiu o Curso Complementar de pilotagem em aviões plurimotores CASA-212 AVIOCAR e é colocado na Esquadra 401 (Reconhecimento e Vigilância Marítima), obtendo a qualificação de Piloto Comandante em CASA-212-100 e CASA 212-300. Ainda nesta esquadra de voo assume o papel de elo de ligação com a comunidade científica nacional no âmbito das missões de vigilância marítima e do combate à poluição, tendo publicado vários artigos em Portugal, no Brasil e em Espanha.

Entre 1996 e 2000 é docente na Academia da Força Aérea, função que acumula com a de Piloto Instrutor na respetiva esquadra de voo.
Em 2000 é nomeado Comandante da Esquadra 401 e, posteriormente, Comandante do Grupo Operacional da Base Aérea Nº 1, na Granja do Marquês, em Sintra.

No ano de 2004 retorna à Academia da Força Aérea, assumindo o cargo de Comandante do Grupo de Alunos, a par da coordenação dos tirocínios dos alunos Portugueses a frequentar o Special Undergraduate Pilot Training nos EUA.

Em 2006 é nomeado Diretor do projeto para a criação do curso de Piloto Aviador na Academia Militar em Nampula, na República de Moçambique, cargo que desempenha até 2007, ano em que é indigitado Adido de Defesa de Portugal em França, Bélgica e Luxemburgo.
Regressado a Portugal em 2010, é colocado no Estado-Maior da Força Aérea como Chefe da Divisão de Recursos.

A 4 de outubro de 2011 assume o comando da Base Aérea N.º 5, em Monte Real, onde permanece até 2013, ano em que ingressa no Curso de Promoção a Oficial General.

Em 2015 frequenta o Senior Course 126 no NATO Defense College (NDC), em Roma, na sequência do qual alcança o cargo de Faculty Adviser daquela Instituição.

Promovido ao posto de Brigadeiro-General em 2016, é designado Diretor das Operações Aéreas do Comando Aéreo. Em novembro do ano seguinte é promovido a Major General, seguindo-se a nomeação de Comandante da Academia da Força Aérea.

Ao longo de quase quatro décadas de serviço efetivo, o Major-General Paulo Mateus totalizou mais de 3500 horas de voo e desempenhou múltiplos cargos de índole diversificada.

O Major-General Paulo Mateus é casado e tem duas filhas.