Força Aérea resgata nove tripulantes de navio espanhol

A Força Aérea resgatou, no dia 22 de novembro, nove tripulantes de uma embarcação espanhola que afundava a cerca de 240 Km a Sudoeste do Cabo Espichel.

Pelas 11H40 o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa contactou o Centro de Operações Aéreas da Força Aérea a solicitar a ativação de meios aéreos para efetuar o resgate à tripulação da embarcação pesqueira “GHANDHI”, de bandeira espanhola e 20 metros de comprimento, que afundava.

A Força Aérea ativou as aeronaves de alerta EH-101 Merlin (helicóptero) e C-295M (avião), da Base Aérea N.º 6 (BA6) – Montijo - que seguiram para a zona de operações.

Pelas 14H55, os nove tripulantes (dos quais dois são portugueses, cinco espanhóis e dois peruanos) da embarcação tinham já sido resgatados pelo EH-101 Merlin e encontravam-se a bordo desta aeronave. O C-295M efetuou o acompanhamento e suporte de toda a operação.

Após o resgate, o EH-101 Merlin seguiu para o Aeródromo de Trânsito N. º 1 em Figo Maduro, onde aterrou pelas 16H06, tendo deixado os resgatados entregues às entidades competentes.

A Força Aérea foi informada que oito dos elementos da tripulação se encontravam bem de saúde e sem ferimentos e que um apresentava indícios de traumatismo craniano. A bordo do EH-101 Merlin seguiu um enfermeiro da BA6.

 

Por: RQ
ALF/RHL