Direção de Infra-Estruturas

Brasão

Escudo - De verde, com aspa de prata, acompanhada em chefe, de uma torre de ouro, aberta, iluminada e lavrada, de negro.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: ««E NÃO MENOS NO ENGENHO QUE NA ESPADA»».
Coronel Aeronáutico - É de ouro, constituído por um aro liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por oito pontas, das quais cinco aparentes. A ponta central e as laterais são encimadas por duas asas de águia estendidas. As pontas intermédias são encimadas por cruzes de Cristo.

 

Simbologia

A Aspa - simboliza as pistas dos aeródromos e os caminhos de rodagem.
A Torre - representa as construções e em geral a engenharia militar.
Coronel Aeronáutico - é sinal distintivo privativo da Força Aérea que com ele caracteriza todas as suas Unidades e Órgãos.
O verde - representa os campos e significa a esperança.
A prata - significa a humildade e a riqueza dos conhecimentos e dos trabalhos realizados.