Exercício REAL THAW 2013

O Exercício anual tático da Força Aérea Portuguesa (FA) REAL THAW 2013 (RT13), planeado e executado pelo Comando Aéreo, simulando uma possível projeção de forças para um teatro de operações atual, terminou no dia 22 de fevereiro, em Monte Real.

O RT13 teve como finalidade, permitir que as forças participantes se treinem e qualifiquem em cenários exigentes idênticos aos dos atuais teatros de operações, bem como aumentar a interoperabilidade entre as mesmas.

Este exercício envolveu a participação das Forças Armadas Portuguesas, da Holanda, dos Estados Unidos da América, do Reino Unido e meios aéreos da NATO, num total de 4000 militares e 40 aeronaves.

Neste contexto, importava promover um trabalho coordenado, apelando a um esforço de cooperação e espírito de interajuda entre as várias entidades, de forma a acautelar o êxito categórico de toda a campanha aérea, assumindo um papel preponderante, a eficiência dos recursos atribuídos. Assim, o planeamento atempado foi fundamental na identificação de soluções eficientes, capazes e inovadoras, que de forma séria, permitiram traçar um caminho firme e coerente.

A realização de exercícios em Portugal, tem vindo a ganhar importância no panorama internacional, contando regularmente com a participação de vários meios internacionais, situação que fortalece a capacidade da FA na realização de grandes eventos.

A realização de exercícios em Portugal, para além de um propósito da FA, é também uma ambição nacional. Os exercícios são responsáveis por trazer participantes internacionais, fator que contribui de forma significativa para a dinamização económica das regiões em causa.

O Exercício REAL THAW 2013 teve início no passado dia 11 de fevereiro, em Monte Real, Leiria, incluiu 456 horas de voo e mais de 215 saídas, tendo decorrido missões aéreas e terrestres nas zonas de Leiria e do interior do país (Seia, Trancoso, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Meda e Lamego).