Começa a Recruta na Força Aérea

O Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea (CFMTFA), na Ota, deu início a 02 de dezembro à Instrução Básica de 392 novos recrutas.

Esta é uma nova fase na vida destes homens e mulheres que se candidataram ao serviço militar e que - efetuando a Instrução Básica com sucesso - estarão brevemente perante o Estandarte Nacional a jurar defender, como portugueses e como militares, a Constituição da República Portuguesa. Mesmo com o sacrifício da própria vida.

A Instrução Básica, vulgo recruta, consiste em adaptar os candidatos a um conjunto de atividades de natureza militar: Treino Físico Militar, Ordem Unida, Orientação e Topografia, Armamento e Legislação e Deontologia Militar. As matérias destinam-se a iniciar a integração destes jovens na organização, desenvolvendo qualidades cívicas, sentido do dever, ordem, honra, camaradagem e disciplina.

No primeiro dia, os candidatos trataram dos procedimentos administrativos e de iniciação ao ambiente militar (fardamento, material de campanha, corte de cabelo, etc.).

Os recrutas dividem-se, nesta fase, em duas categorias: os soldados-cadete, futuros Oficiais, que entram com uma licenciatura e que perfazem 37 elementos; os soldados-recruta – 355 elementos - que podem candidatar-se com a escolaridade mínima obrigatória e que integrarão as fileiras de soldados e cabos, consoante o nível de escolaridade. Esta é uma das maiores recrutas da última década.

 

Por: RQ
ALF/RHL